Decreto de Emergência é detalhado pelo Coordenador da Comdec e Prefeito de Óbidos

Decreto de Emergência é detalhado pelo Coordenador da Comdec e Prefeito de Óbidos

No dia 13 de abril a Prefeitura de Óbidos decretou Situação de Emergência, depois que a Defesa Civil de Óbidos apresentou o relatório com os problemas causados pelas fortes chuvas que afetaram ao Município, e nesta segunda-feira (16), foram divulgados os estragos provocados, sendo que foram contabilizados 28 imóveis danificados, sendo que duas casas foram destruídos e quase 6 km de vias urbanas com a infraestrutura danificadas formando muitos buracos, valas, devido as enxurradas.

De acordo com o relatório da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, devido o alto volume de chuvas no período de 10 a 13 de abril, os estragos foram causados em cerca de 10 bairros, como também a destruição de pontes e ramais em várias comunidades da zona rural do município. O levantamento também apontou para a possibilidade de contaminação de uma das fontes de captação da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), localizada no bairro Cidade Nova, em razão das enxurradas carrearem materiais sólidos para dentro da área e para o sistema de tratamento.

O Prefeito de Óbidos, Chico Alfaia, explicou sobre a decretação da Situação de Emergência: “Devido a todos esses problemas, não podíamos mais esperar e estamos aguardando o reconhecimento da Situação de Emergência pela Defesa Civil Estadual. Fui informado que os bombeiros que estão em Santarém, deverão estar aqui amanhã (17), para que façam a vistoria e comprovem o que dissemos em nosso relatório, a partir daí culmine com a homologação do Decreto da Situação de Emergência”.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Jamerson Pimentel do Amaral, informou que estão recebendo inúmeros chamados da população obidense e que a situação desses moradores é crítica e muito complicado; “Estamos atendendo esses chamados e tentando amenizar o sofrimento dos moradores. E com esse decreto, esperamos melhorar e fazer um trabalho de melhoramento para essas famílias, sendo que algumas já foram tiradas de suas moradias”, informou Jamerson.

Monitoramento

A Comdec redobrou as ações de monitoramento nas áreas de risco, principalmente nos bairros São Francisco, Perpétuo Socorro, Bela Vista, Fátima, São José Operário e Santo Antônio, que precisão de uma maior atenção: “Esses bairros, mesmo com o trabalho feito no verão eles não aguentaram, numa escala bem menor que no ano passado, mesmo assim estamos tendo problema. Como esses bairros não tem pavimentação segura, a enxurrada leva todo o material que colocamos nas vias”, informou Alfaia.

Com o reconhecimento decreto da situação de emergência por parte dos governos Estadual e Federal, será possível agilizar processos administrativos e operacionais relacionados, por exemplo, à recuperação de áreas afetadas e à prevenção de riscos.

Www.obidos.net.br → Foto de Odirlei Santos




BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS