MRN emite Nota referente às ações de apoio ao enfrentamento da pandemia

MRN emite Nota referente às ações de apoio ao enfrentamento da pandemia

A  Mineração Rio do Norte (MRN) emitiu Nota a Imprensa nesta quarta-feira, dia 20, referente as recentes ações de apoio ao enfrentamento da pandemia em municípios  da região oeste do Pará, especialmente referente ao tema da usina de oxigênio, que será implantada em Oriximiná Veja a Nota:

Nota à Imprensa da MRN

A Mineração Rio do Norte (MRN) informa que, sensibilizada com o contexto da pandemia na região oeste do Pará e solidária em buscar soluções para contribuir no enfrentamento à covid-19, vai apoiar a obra para a instalação da rede de distribuição de oxigênio do Hospital de Oriximiná, investindo R$ 125 mil na implantação. A usina de geração de oxigênio será transportada de São José dos Pinhais (PR) para Oriximiná (PA) em avião cargueiro da Força Aérea Brasileira (FAB)/Ministério da Defesa, viabilizado por intermediação do Governo do Estado do Pará, atendendo solicitação da Prefeitura de Oriximiná.

Desde a última segunda-feira (18), a MRN tem estudado alternativas para, emergencialmente, atender o ofício do prefeito de Oriximiná, José Willian da Fonseca Siqueira, no apoio ao transporte da usina, para reforçar a infraestrutura dos atendimentos nos hospitais de Oriximiná, Faro e Terra Santa.

Considerando as grandes dimensões do equipamento, que tem 2,3 toneladas, 4 metros de largura, 4,5 metros de cumprimento e 3,5 metros de altura, a empresa consultou opções de logística especial de transporte aéreo e terrestre.

A empresa reforça que, desde o início da pandemia, conjuntamente ao Grupo de Trabalho Interinstitucional “Pela Vida no Trombetas”, tem empreendido uma série de esforços em ações preventivas e de enfrentamento da covid-19 no oeste do Pará. A MRN já investiu mais de R$ 8 milhões em campanhas de prevenção contra o novo coronavírus, na compra de respiradores, Equipamentos de Proteção Individual, testes rápidos, materiais de limpeza para os hospitais de Oriximiná, Terra Santa, Faro, Óbidos e Alenquer, além da distribuição de mais de 10 mil cestas básicas para garantir a segurança alimentar e incentivar o isolamento social de 27 comunidades quilombolas, ribeirinhas e indígenas e para grupos em vulnerabilidade social em Santarém.

A Mineração Rio do Norte também ampliou, durante o pico da pandemia, o Projeto Quilombo, com medicina preventiva e atendimento médico básico, beneficiando em torno de 6 mil pessoas de 25 comunidades quilombolas, ribeirinhas e indígenas. Também incentivou a geração de renda com a doação de recursos financeiros no valor de R$ 39 mil para empreendedores locais da área de confecção e associados à Associação Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná (ARQMO), para produzirem 13 mil máscaras protetivas, que foram doadas para comunitários da região.

Na última sexta-feira (15/01), a empresa doou ainda 10 cilindros de oxigênio para o Hospital de Oriximiná e 04 cilindros para o Hospital de Faro, que também recebeu as seguintes doações da MRN: 18 camas de hospital com colchão, 11 mesas de refeição para pacientes, 07 suportes para soro e 03 leitos infantis.

A MRN espera que a implantação da usina seja viabilizada o mais breve possível e reafirma seu compromisso no apoio ao enfrentamento à pandemia na busca por soluções que contribuam para prevenir e sanar seus impactos, visando garantir a saúde da população da região.

Fonte: Comunicação/MRN

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS