Inglês de Sousa e sua cidade, Óbidos, são temas de amostra no IFPA – Campus Castanhal

Inglês de Sousa e sua cidade, Óbidos, são temas de amostra no IFPA – Campus Castanhal

Esta semana, de 13 a 16 de setembro, está acontecendo no IFPA – Campus Castanhal, a VIII Seminário de Iniciação, Científica Tecnológica e Inovação do IFPA (SICTI), trata-se de um evento que congrega a comunidade profissional e acadêmica atuante nas diversas áreas, promovendo a socialização do conhecimento e a interação entre todos os que têm interesse na área da Educação Profissional, Tecnológica e de Inovação.

Durante o SICTI, além das apresentações e defesa de trabalho, palestras, mesas redondas, cursos, várias amostras foram apresentadas, entre elas uma amostra sobre o escritor Inglês de Sousa, que nasceu em Óbidos no dia 28 de dezembro de 1853, e faleceu no Rio de Janeiro, em 6 de setembro de 1918, intitulada: INGLÊS DE SOUSA: Óbidos abre as portas para o folclore amazônico, com alunos do primeiro ano do Ensino Técnico em Agropecuária, 1ª B, orientados pelo Professor de Literatura Dr. Reginaldo Pinheiro.

Durante a amostra os alunos montaram uma estrutura ao ar livre, cercado por folhas de palmeiras, representando um cenário amazônico, onde foram expostos livros escritos por autores obidenses, como: Inglês de Sousa (tema da amostra), José Veríssimo, Bella Pinto, Ademar Amaral, Fernando Canto, Edithe Carvalho, Ildefonso Guimarães, Deodoro Oliveira (Deó), Francisca Chagas, Francisco Manoel Brandão, Hugo Ferrari, Maria Bethânia, Elpídio José, Idaliana Marinho, Eduardo Dias e outros.

Para mostrar a cidade de Óbidos, o Prof. João Canto, que também é obidense, cedeu algumas fotografias de seu acervo, mostrando os principais monumentos históricos da cidade, a cultura obidense, como o Carnapauxis, folias obidenses, boi-bumbá, entre outros temas, tudo bem explicado pelos alunos que se revezavam na recepção das pessoas que visitavam a amostra.

Inglês de Sousa, assim como José Veríssimo, escritores paraenses e fundadores da Academia Brasileira de Letras, dois ilustres obidenses, por volta de 1891, abriram os caminhos da literatura obidense e paraense para o mundo.

Inglês de Sousa foi o introdutor do Naturalismo no Brasil, mas seus primeiros romances não tiveram muita repercussão. Tornou-se conhecido com a obra O missionário (1891), que, como toda sua obra, revela influência de Zola. Nesse romance, descreve com fidelidade a vida numa pequena cidade do Pará (Óbidos), revelando agudo espírito de observação, amor à natureza, fidelidade a cenas regionais.

A amostra encerra nesta sexta-feira, dia 16, assim como o evento, VIII SECTI, onde reuniu alunos, professores e pesquisadores, com objetivo de socializar o conhecimento à comunidade.

www.chupaosso.com.br

Fotos de João Canto

FOTOS...

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS