O músico e poeta obidense Eduardo Dias foi homenageado em Santarém

O músico e poeta obidense Eduardo Dias foi homenageado em Santarém

Por ocasião da comemoração de quatro anos Centro de Artesanato do Tapajós – Cristo Rei, em Santarém, que aconteceu no dia 21 de junho, quando houve uma programação especial para festejar a data, personalidades da cultura santarena que contribuem para o desenvolvimento artístico-cultural do município foram homenageadas com a  “Comenda Maestro Wilson Fonseca”, entre eles: o cantor, poeta e compositor obidense Eduardo Dias, o artesão e a Filarmônica Municipal Professor José Agostinho da Fonseca.

As homenagens aconteceram durante a Mostra Cultural promovida pelo Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial e Empresarial de Santarém.

A diretora do Conselho da Mulher Empresária da Aces, Rosemary Fonseca, ao agradecer o secretário de Turismo, Diego Pinho, falou da importância da parceria com o Cristo Rei e destacou que faz parte da construção da história dos quatro anos do Centro que é muito importante para os artesãos do município e o Cristo Rei, no dia do seu aniversário, sempre é um palco para as homenagens das personalidades do meio artístico de diversos segmentos do município.

O cantor, poeta e compositor obidense Eduardo Dias foi um dos homenageados da noite e recebeu a comenda Maestro Wilson Fonseca das mãos da diretora Alana Silva. Eduardo Dias comentou sobre a satisfação de receber o reconhecimento:

"Me sinto muito honrado por essa comenda que vem de uma Associação séria, responsável e preocupada na valorização dos artistas santarenos. Me sinto valorizado como artista, pela minha trajetória artística, porque nada melhor para um artista ser reconhecido, isso não tem preço, nada paga o reconhecimento da sociedade, obrigado mesmo", reconheceu.

A diretora do Conselho da Mulher Empresária da Aces, Rosemary Fonseca, entregou a comenda Maestro Wilson Fonseca para a Filarmônica Municipal Professor José Agostinho, ao seu diretor Adson Wender que falou da honra me receber a Medalha. "É com imenso prazer e alegria que recebemos tão honrosa e tão valiosa. A primeira apresentação da Filarmônica foi aqui, no dia 4 de setembro de 1963, quando este prédio abrigava o Teatro Cristo Rei, e quero trazer aqui a frente o senhor José Luiz Barbosa, que é saxofonista e que participou desta primeira apresentação, eu quero passar para ele essa comenda, para representar toda essa história a qual somos muitos gratos" exaltou.

A outra personalidade homenageada foi a senhora Inês Camargo que representou a Família Camargo, que tem uma representação bastante expressiva em várias manifestações artísticas em Santarém. A Família recebeu a Medalha das mãos do Presidente da Aces e do secretário de Turismo, Diego Pinho.

Durante a programação aconteceu as apresentações da Filarmônica Professor José Agostinho e do Grupo Cultural Bailado de Carimbó.

FONTE: Com informações e fotos Ascom/Santarém

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS