“ACREDITAR SEMPRE”, artigo sobre o Hospital Dom Floriano

“ACREDITAR SEMPRE”, artigo sobre o Hospital Dom Floriano

Otávio Figueira. 

Em tempos passados em que a extensão territorial habitada da nossa cidade de Óbidos era bem diminuta, observamos em suas cercanias o verde da mata virgem a compor um visual deslumbrante especialmente no seu amanhecer.

Tal paisagem nos remetia, porém, a momentos não só de esperança como também de um futuro promissor.

Com o passar do tempo, entretanto, esse rol de expectativas deslumbrantes, por motivos óbvios, foi se esvaindo deixando assim um rastro de frustração e desalento para Óbidos e seu povo.

Consoante os antigos, nossa cidade não poderia ser ampla e todo tempo prejudicada, principalmente em se tratando de prosperidade e avanços de toda ordem. Queriam sepultar de uma vez por todas à máxima da cidade do "já teve".

Evidentemente existiam razões de sobra para essa afirmativa do nosso povo. Quem não se lembra das descobertas de minérios em Oriximiná, Juriti e Terra Santa, por exemplo, e nada para a terra de José Veríssimo?

Alicerçado nesse argumento, o saudoso contabilista, historiador, professor, secretário da Junta Comercial de Óbidos  e um dos precursores do festival folclórico de Parintins, Tonzinho Saunier, alardeava em suas conversas de bar que em Óbidos só podia ter "uma cabeça de burro" enterrada na aba da serra.

 Segundo ele, o "minério vinha de Monte Alegre, passava por várias cidades  intermediárias e se alojava atrás do Patury. De lá, em um passo de mágica, passava por cima de Óbidos e voltava a aparecer de Oriximiná em diante".

Guardada as devidas ilações, Deus está sendo bastante generoso com Óbidos e seu povo, pois, mesmo com adversidades administrativas, nos "presenteou" os religiosos Franciscanos para nos ajudar a "quebrar" esse pessimismo acerca do desenvolvimento de nossa cidade.

À prova de tudo isso, porém, são as recentes conquistas do barco "Papa Francisco" e, por último, o quase concluído Hospital "Dom Floriano" que, por ironia do destino, quando vivo, nos anos 60, lutou e realizou grandes obras que perduram até hoje. Portanto, devemos acreditar sempre que há pessoas do bem realizando o bem para todos com o firme propósito do "Paz e Bem!".

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS